Definição de pólo magnético

É conhecido como um pólo magnético, o conjunto de pontos do globo que está localizado nas áreas polares e que, devido ao campo magnético da Terra , exerce atração sobre os elementos magnetizados. As bússolas , por exemplo, têm agulhas que, por magnetização, apontam sempre para o pólo sul magnético.

Os pólos magnéticos não coincidem com os pólos geográficos : a localização de cada pólo magnético, na verdade, mostra um deslocamento em frente ao eixo geográfico do planeta . O ângulo que é criado entre este eixo e o eixo magnético é representado pela letra delta (do alfabeto grego) e é conhecido como declinação .

O magnetismo da Terra é devido aos materiais do seu núcleo: níquel e ferro . Esta composição faz com que a própria Terra atue como um imenso imã , o que explica o funcionamento das bússolas. Como os diferentes pólos são atraídos e os pólos idênticos são rejeitados, a bússola é orientada para o pólo norte geográfico, que quase iguala o pólo sul magnético.

Durante muito tempo especulou-se que a inversão dos pólos magnéticos da Terra poderia causar grandes mudanças no planeta, levando inclusive à sua destruição. Os astrônomos, no entanto, explicam que essa inversão é normal e ocorre a cada certo período (prolongado) de tempo .

Essa inversão está ligada ao enfraquecimento do campo magnético da Terra, que protege nosso planeta dos perigosos projéteis de partículas carregadas e radiação que vêm do Sol e do espaço. Esse fenômeno , que coloca em risco o nosso planeta, foi evidenciado no ano de 1980, graças ao trabalho de algumas missões científicas.

Nossos ancestrais mais remotos viveram uma inversão dos pólos magnéticos, embora para eles não significasse o caos que poderia representar no presente, uma vez que todas as tecnologias nas quais a vida moderna se baseia, da telefonia móvel à Internet , seriam comprometidas. passando por sistemas de posicionamento global (GPS). Há 780 mil anos, uma inversão completa ocorreu, e alguns teóricos se perguntam, em tom irônico, se uma alteração desse tipo poderia nos levar de volta à Idade da Pedra.

Embora sejam necessários milhares de anos para que os polos sejam revertidos, nossos satélites e o suprimento de energia da Terra podem ser afetados no processo, e é por isso que os especialistas começaram a trabalhar até o final de 2013. A Agência Espacial Européia ( ESA) colocou três satélites em órbita para monitorar o campo magnético de nosso planeta por quatro anos, em uma missão que foi batizada com o nome Swarm (que pode ser traduzido como Swarm ).

O propósito da missão Swarm é reunir o máximo de informação possível sobre os pólos magnéticos da Terra para estudar o escudo magnético e preparar uma estratégia para a catástrofe, o que significaria estar completamente exposto à radiação e às partículas solares.

Deve-se notar, por outro lado, que os pólos magnéticos também são conhecidos nas extremidades dos ímãs. Nesses pólos , a atração de ímãs é mais poderosa do que no resto do corpo.

Um imã tem dois pólos: o norte e o sul . Como um pólo não pode existir isoladamente do outro, quebrando um ímã em dois, dois ímãs são obtidos, isto é, dois corpos que consistem de um pólo norte e um pólo sul, cada um. Entretanto, se tal fratura ocorrer, a força atrativa de cada parte será menor que a do ímã original. A força resultante da atração entre dois pólos forma linhas fechadas, que vão de um para o outro de maneira ininterrupta.

border=0

Procurar por outra definição