Definição de plenipotenciários

Antes de entrar plenamente na definição de plenipotenciários, é necessário que procedamos para determinar sua origem etimológica. Nesse sentido, podemos dizer que deriva do latim e que é composto de várias partes dessa língua:
- "Pleni", que emana de "plenus" e pode ser traduzido como "completo".
-A partícula "pot-", que vem a indicar "poder".
-O sufixo "-nt-", usado para dar forma aos particípios.
-O sufixo "-ia", usado para indicar uma qualidade.
-O sufixo "-ary", que é usado para estabelecer a profissão ou ocupação de uma pessoa.

O adjetivo plenipotenciário é aplicado ao indivíduo que é enviado pelas autoridades de um país para outra nação, com a intenção de representar e defender os interesses de seu país.

É conhecido como ministro plenipotenciário , portanto, ao representante de um país que tenha acreditação em outro Estado nacional para desenvolver diferentes negociações e buscar acordos. De acordo com o direito internacional , o ministro plenipotenciário tem uma classificação inferior à do embaixador .

É um enviado secundário que geralmente vai para o exterior para eventos específicos ou situações especiais. Normalmente, suas credenciais são apresentadas ao chefe de estado , embora uma vez aprovado seu trabalho vá negociar com os ministros.

O conceito de ministro plenipotenciário vem da antiguidade, quando os diplomatas foram reconhecidos com o título de ministros . Dado que as possibilidades de manter uma comunicação fluida com o seu país eram nulas e que as viagens exigiam muito tempo, esses ministros receberam "plenos poderes" para o desenvolvimento das negociações e a assinatura de eventuais acordos. É daí que vem a ideia do ministro plenipotenciário. Quando as representações diplomáticas começaram a ficar fixas ou permanentes , a figura do embaixador foi instalada, deixando os ministros plenipotenciários relegados a algumas missões específicas.

Isso significa que, atualmente, o embaixador é responsável por representar os interesses de seu país no exterior, enquanto o ministro plenipotenciário só aparece em casos especiais (como a necessidade de negociar um acordo de paz , por exemplo). .

Além de tudo o que precede, temos de estabelecer que também existe a figura do representante plenipotenciário. Na Rússia há isso, que é um funcionário público que representa o presidente do país em seus diferentes cantos. Precisamente para este trabalho que é realizado é responsável por realizar tarefas como você é:
-Apresentar as iniciativas do Presidente da Rússia.
-Apresentação ao próprio presidente relatórios periódicos de seu trabalho, bem como sobre a situação que é vivida no país a nível político, econômico ou social.
- Realizar a organização do que é controle de implementação no território em que opera, quais são as decisões dos órgãos federais.

De um modo geral, estas são as principais funções que vêm a desempenhar a pessoa que detém essa posição que foi criada mais ou menos recentemente. Especificamente, foi no ano 2000, quando foi decidido dar-lhe forma, de modo a poder dar uma reviravolta aos antigos representantes plenipotenciários existentes.

border=0

Procurar por outra definição